Data da Ocupação do Congresso Nacional

Precisamos de pelo menos 500 mil participantes para realizarmos a Ocupação do Congresso Nacional.

Precisamos dessa quantidade de pessoas para que a nossa ação tenha legitimidade internacional.

Por isso, não há uma data definida para ocuparmos o Congresso.

O que precisamos fazer é divulgar esta ação para que cada vez mais pessoas se inscrevam no nosso movimento.



Marcaremos a data assim que atingirmos o número suficiente de inscritos para ocuparmos o Congresso Nacional. Clique no link "Metas" para verificar a nossa evolução.

Brasília possui um efetivo de 30 mil policiais entre policiais militares, policiais da Polícia Legislativa e militares das Forças Armadas Brasileiras. Uma ação para ocupar o Congresso Nacional e exigir a dissolução do parlamento precisa de pelo menos 500 mil brasileiros patriotas, dignos, de caráter, para fazermos a ocupação com imensa margem de sucesso.

Periodicamente este sistema exibirá na página www.ucopbrasil.com.br o número de brasileiros dispostos a salvarem o Brasil e suas famílias do socialismo/comunismo que está sendo implantado no nosso país. Ao atingirmos 500 mil patriotas, marcaremos a melhor data para a Ocupação do Congresso, que deverá ser preferencialmente numa terça-feira, dia de início dos “trabalhos” parlamentares; e após o dia 10 do mês, para que todos já tenham recebido seus salários facilitando a ida de todos a Brasília.

Divulgaremos a data com antecedência para que cada patriota possa negociar com seu patrão alguns dias de folga para colocarmos abaixo este governo corrupto que se enraizou como um câncer em todas as esferas do poder.

Algo de extrema importância a ser lembrado é que NÃO faremos uma invasão do Congresso. Faremos uma OCUPAÇÃO do Congresso Nacional. A palavra "invasão" remete ao pensamento de invadir um local fechado, muitas vezes ocorrendo dano ao patrimônio público para realizar a invasão, o que é considerado crime. Nossa ação ocorrerá dentro da legalidade. Faremos uma OCUPAÇÃO, que quer dizer entrar normalmente como qualquer pessoa comum, mas se negar a sair do ambiente, o que não é crime.

Quando o nosso movimento começar a crescer, o governo, pessoas e entidades ligadas ao governo, principalmente a grande mídia televisiva, rádio, revistas e jornais inventarão muitas coisas a respeito desta ação, dizendo que ela é ilegal, com o intuito de desanimar as pessoas a participarem. NÃO ACREDITEM QUANDO LHES DISSEREM ISSO! Estejam preparados para ouvirem esse tipo de ameaça. A nossa ação é LEGAL! Ela ocorrerá dentro da legalidade. Caso tenha alguma dúvida, pergunte a algum advogado de sua confiança.